domingo, 1 de junho de 2014

[Resenha - Galera Record] A história de O Nariz

Postado por Ju às 18:00
Título: A história de O Nariz
Autor do conto original: Nikolai Gogol
Adaptação: Andrea Camilleri
Ilustrações: Maja Celija
Tradução: Joana Angélica D'avila Melo
Editora: Galera Junior (selo da Galera Record)

Clássico russo, O Nariz foi escrito em 1836 por Nikolai Gogol, narrando a história de um oficial de São Petesburgo cujo nariz um dia deixa sua face depois de desenvolver vida própria. Seu nariz, agora independente, começa a fingir ser um humano. Faz parte do projeto Save the Story, uma iniciativa para recuperar grandes clássicos mundiais. Reescritos por grandes nomes da literatura contemporânea, os livros ganham projeto gráfico moderno, com ilustrações riquíssimas. Ao final de cada exemplar, um texto contextualiza a importância das histórias e fala de seus autores originais.

Sempre amei clássicos. Quando um professor passava uma leitura obrigatória na escola - que quase sempre era de um clássico -, acho que eu era a única aluna que ficava feliz e com vontade de sair saltitando. Então, quando vi adaptações de clássicos entre os lançamentos da Galera Junior, quis ler imediatamente.

Achei que o livro se chamava simplesmente O Nariz, como o original, de Nikolai Gogol. Mas, na verdade, se chama A história de O Nariz. O que faz todo o sentido, devido aos acréscimos que o Andrea providenciou. Acho que pela imagem dá para notar que o formato dele é diferente... um pouco maior que o tamanho padrão de livros (tem 20 x 25 cm). O tamanho de minhas coletâneas de fábulas quando eu era criança. =)

As ilustrações seguem o padrão da capa, são lindas e coloridas. Quanto à diagramação, estranhei um pouco o texto não ser justificado, ele é alinhado à esquerda. Mas, fora isso, a leitura é super confortável. Não encontrei erros.

No início da narrativa, um barbeiro encontra um nariz no meio do pão que sua esposa acabou de assar. Estranhamente, nada aconteceu com ele, parece apenas que se descolou do corpo. Ele acaba reconhecendo aquele nariz e, com medo do que possa lhe acontecer, decide se livrar dele. 

Em outra parte da cidade, outro homem acorda e, ao se olhar no espelho para verificar uma espinha, descobre que seu nariz desapareceu! A parte de seu rosto em que ele deveria estar está lisa, sem nenhum vestígio dele. Acaba descobrindo que seu nariz teve o atrevimento de escapar, e anda por aí como se fosse uma pessoa completa!

A adaptação do conto ficou perfeita, o autor manteve praticamente todo o texto, apenas adequando a linguagem aos dias atuais e aumentando o número de capítulos. A leitura ficou muito mais fácil e envolvente. Além disso, ele contextualizou algumas coisas, explicou certas escolhas de Gogol. E, em determinada parte, incluiu até uma homenagem a outros de seus textos. Adorei, principalmente porque foi incluído nesta homenagem o texto que fez com que eu me apaixonasse pelo autor: O Inspetor Geral.

Não sabia que o final que eu conhecia não era o final original. Foi explicado que depois Gogol mudou de ideia, e os dois finais estão incluídos nessa versão. A alteração que ele decidiu fazer tornou o conto muito mais questionador e reflexivo.

Achei a obra perfeita. Um belo modo de divulgar um clássico. No fim do livro, foi colocada uma pequena biografia a respeito do autor da obra original.

A história de O Nariz pertence à coleção Save the Story, que é um projeto de uma escola italiana, a Scuola Holden, em que se estudam todos os meios possíveis de contar uma história. Alguém me manda para estudar lá? rs... Se todos os projetos forem como esse, preciso conhecê-la.

Espero que tenham gostado tanto do livro quanto do projeto! Leiam, vale a pena! =)

20 comentários:

  1. Oi Ju, acho que você é a única do mundo que sai saltitando quando tem que ler um clássico. hahaha Brincadeira, não gosto muito dos clássicos brasileiros, mas este clássico ai tem um enredo muito chamativo haha
    Muito bonita e cômica esta capa.

    Abraços
    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ola Ju, Também não veio lendo clássicos nacionais a um tempo, vergonha de mim! Mas por sua resenha achei a premissa sensacional hahaha.

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joi, você entendeu que de nacional esse livro não tem nada, né? Originalmente foi escrito por um russo, aí um italiano fez uma adaptação, e essa adaptação foi traduzida para o português e publicada pela Galera... só pra ficar claro... beijo!

      Excluir
  3. Oiee Ju! Realmente nunca vi ninguem saltitar por ler clássicos uhsahusahusahusa mas achei engraçada a sinopse desse, fiquei curiosa para saber no que vai dar esse nariz aventureiro usahusahusaas
    E respondendo sua pergunta no blog, não vou te matar não menina! husahusauhas sinceramente estou em um momento que tenho que concordar com você, não sei se você leu o convergente mas se leu vai entender minha revolta. ODIEI! E sinceramente estou tentando ao máximo não deixar que o último estrague meu amor pela história dos dois primeiros que eu havia gostado tanto. E realmente o filme ficou bacana né? Tomara que insurgente seja tão bom quanto :D
    kisses
    /closettgarden.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oii,
    Quando tinha que ler algum classico, fazia cara feia mas depois acabava gostando da leitura, não me esqueço do "Candido Ou O Otimismo" que tive que ler para filosofia HAHAHA

    Gostei desse projeto, e gostaria de ler e conhecer mais da história :)
    Obrigada pela dica xD

    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br
    EC&M

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro e fiquei super empolgada para ler. Obrigada pela bela resenha. Estou seguindo seu blog! www.pimentapimenta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Belíssima indicação.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  7. Nossa Ju, na escola eu não gostava tanto de livros, na verdade eu odiava a escola! Porém essa foi minha fase do ensino médio, já que sempre amei o primário e era a melhor aluna da classe. Me lembro de ler muito gibi, monteiro lobato e Alice no País das Maravilhas, na minha boa fase com a escola. Juro que eu não conhecia este conto, e achei interessante sua resenha. Hoje em dia sou fã dos clássicos e tento traze-los mais para perto de mim!! Valeu a dica ;)

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiee.

    Eu não conhecia o livro, mas acho super interessante e espero ler.

    Beijos Fê :*
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Assim como você curto ler clássicos, não tinha ouvido falar desse em questão, mas curti sua opinião. Acho que assim como você iria gostar e me envolver rapidamente na leitura. Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Adoro clássicos e gostei dessa releitura. Vou tentar comprar o livro.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha Ju. Achei bacana que o clássico foi reformulado, mas sem perder a sua essência. Isso é muito importante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  12. Diferente de você eu nunca fui de ler clássicos e a maioria dos meus professores não indicavam livros...
    Eu apenas tive que ler Alice no primeiro ano e como o professor era um amor tudo ficava ótimo...
    Eu imaginei o cara que perdeu o Nariz como o Valdemort...rs'
    Eu nunca li, mas gostei da ideia de terem dois finais diferentes...
    Beijos...

    http://ceciliabraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Nossa garanto que se eu visse esse livro eu não leria ou não compraria de jeito nenhum iria achar a maior viajem de todas.
    Mas ameiii sua resenha e me deu uma vontade louca de ler. Ótima resenha, amo livros infantis e com figuras e grandes etc. Amooooo

    Beijinhos da Leeh

    Http://maetoescrevendo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Eu não conhecia o clássico O Nariz, e nem que a Galera estava trazendo algumas adaptações, obrigada pela informação. Na verdade não leio muitos clássicos e nem sou mega fã.
    Confesso que achei a capa bem divertida, mas se não fosse pela resenha eu jamais compraria.
    Gosto de livros com ilustrações, principalmente quando bem feitas, o que não me agrada muito são livros que fogem ao padrão....não ficam legais na estante rsrs.
    Quanto a história: parece divertida, mas fiquei com nojo do nariz encontrado no pão.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  15. Hey Ju,

    Eu queria que minha professora passasse clássicos para ler, mas ela disse que vai passar com o tempo, então estou esperando, em relação ao livro gostei bastante da capa parece muito linda, vou pesquisar um pouco mais da historia e do autor, e ver se compro o livro.

    Mayla

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o projeto, mas achei muito bom! Primeiro por deixar um clássico mais atrativo, mas também por explicá-lo e contextualizá-lo, acho que uma das minhas maiores tristezas é a dificuldade de fazer isso! O livro parece muito interessante, e os livros da coleção também! Já vou dar uma pesquisada! Muito obrigada pela indicação, espero que tenha mais dessas resenhas =D

    ResponderExcluir
  17. Oi Ju, eu acho que você é a primeira pessoa que conheço que gosta de clássico, pois eu fujo...hehehehehe
    Mesmo sabendo que você adorou eu infelizmente não me interessei nele. Uma pena, mas não sou fã de clássicos.
    Beijos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  18. Ai que fofooooooooooooooo
    Amo classicos mas não conhecia essa história. Vou procurar mais sobre!

    Bjocas

    ResponderExcluir
  19. Olá Ju, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas achei ele tão lindinho *-*. Espero só que não seja o olho da cara, como costumam ser os livros infantis. Já vou começar a deixar guardado pros pimpolhos :3

    Beijo

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo seu comentário. =)

Os comentários são moderados, mas sua opinião logo será publicada!

Sejam sempre muito bem-vindos!

 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo