quarta-feira, 2 de abril de 2014

[Resenha - Editora Valentina] Passarinha

Postado por Ju às 16:30
Oi gente! Hoje não tem postagem nova. Para quem não sabe, o dia 02 de abril é o Dia Internacional de Conscientização do Autismo. Então, a Valentina propôs que os blogs amigos participassem da #SemanaPassarinha. Vocês verão várias postagens pela blogosfera sobre o tema. 


Como não tive nenhuma super ideia para uma postagem, estou alterando a data da resenha de Passarinha, que foi publicada originalmente no dia 27/11/13. No final dela coloquei um vídeo falando sobre a Síndrome de Asperger, que é a doença da protagonista, Caitlin. Para quem ainda não leu a resenha ou viu o vídeo, espero que curtam! Para os que já viram, nunca é demais ouvir falar de Passarinha! *-*


Título: Passarinha
Autora: Kathryn Erskine
Tradução: Heloísa Leal
Editora: Valentina

Sinopse: Caitlin, uma menina autista de apenas dez anos, precisa aprender a se relacionar com o mundo externo após a perda de seu irmão Devon, morto em um tiroteio escolar. Um livro sobre compreender uns aos outros, repleto de empatia, com um desfecho comovente e encantador que levará o leitor às lágrimas e dará aos jovens um precioso vislumbre do mundo todo especial dessa menina extraordinária. Uma história que ficará para sempre gravada em seu coração. (Fonte: site da editora)

Caitlin perdeu a mãe há bastante tempo e, recentemente, seu único irmão, Devon, foi vítima de um atirador na escola. A garota tem a síndrome de Asperger (aposto que ela ficaria bem irritada com o termo "menina autista" na sinopse), e seu irmão era a pessoa que mais a entendia, seu porto seguro no mundo. A síndrome tem como algumas de suas características a dificuldade de interação social e também o não entendimento de ironias ou metáforas. Caitlin precisa que todos sejam muito claros com ela, mas nem sempre isso acontece. As pessoas na escola a veem como "a esquisita".

Às vezes eu leio os mesmos livros uma vez atrás da outra. O bom dos livros é que as coisas do lado de dentro não mudam. (...) Livros não são como pessoas. Livros são seguros.

Ela é mesmo diferente. Super inteligente, adquire conhecimentos com muita facilidade e tem uma memória espetacular. Não é fã de esportes, passa todo o tempo do recreio sozinha. Às vezes tem algumas explosões que seu pai chama de PIB - Piti Incrivelmente Barulhento -, embora gritos e muito barulho a irritem. É fascinada pelo dicionário e sempre procura demonstrar a SUA educação.

Passarinha me deixou com um nó na garganta desde a primeira página. É o meu tipo de livro, emocionante do início ao fim. Amei acompanhar o progresso da Caitlin em sua trajetória de superação. Superação tanto da tragédia que abalou sua família quanto de sua dificuldade de relacionamento com o mundo. A felicidade que ela demonstra ao fazer o primeiro amigo é contagiante. Sorri junto com ela nesse momento e em vários outros. E, quase no final da história, chorei. Mas foi um choro de gratidão e de alívio por tudo ter terminado bem.

Devon diz que se é muito difícil quer dizer apenas que a gente tem que Trabalhar Nisso.

A orientadora de Caitlin na escola tem um papel muito importante nas conquistas da garota. Seria maravilhoso que toda criança encontrasse um suporte desse tipo. Uma pessoa em quem confiar; que estivesse sempre pronta para encontrar novas formas de agir e que, assim, conseguisse se aproximar de uma maneira que deixasse a criança que ela quer ajudar bem à vontade. O pai da Caitlin é uma pessoa maravilhosa também, mas está tão desolado que não consegue reconhecer e suprir todas as necessidades de sua filha, pelo menos naquele momento.

Embora eu não achasse que iria gostar da empatia ela é uma coisa assim que chega sem avisar e faz você sentir um calorzinho gostoso no Coração. Acho que não quero voltar para uma vida sem empatia.

O trabalho gráfico do livro está fantástico. A capa é perfeita, a Caitlin é retratada muito bem. O título, aparentemente dourado, adquire todas as cores do arco-íris quando o livro é movimentado. A caixa alta, usada eventualmente, tem um significado. E os diálogos foram colocados todos em itálico, sem travessões. Não encontrei erros de ortografia. 

Passarinha conta uma história mais que linda. É impossível não se apaixonar completamente pela Caitlin. Recomendo demais a leitura do livro, ver o mundo pelos olhos dela com certeza me fez muito bem.

A vida é especial.
Quer dizer... que não sou só eu que sou especial? Tudo na vida é?
Isso mesmo.
Acho que a boa notícia é que todo mundo vai ter que aguentar ser especial porque todo mundo está vivo.

Encontrei um vídeo bem legal sobre a síndrome de Asperger no youtube. Tem alguns erros de português absurdos, mas ainda assim vale a pena assistir. =) 

Resenha postada no skoob.


19 comentários:

  1. Oi Ju!
    Já tinha lido resenhas bem positivas dessa trama.
    Ultimamente estão lançando muitas tramas abordando o autismo.
    Estou curiosa para conhecer a escrita da autora.
    Bj!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa Ju estou super curiosa por este livro desde que ele foi lançado, de inicio essa capa não me agradou muito, mas estou acostumando com ela, rsrs. Achei bem interessante o fato da Caitlin ter uma orientadora ajudando ela e é como você colocou: isso é algo essencial na vida de uma criança, principalmente quando ela possui algum tipo de problema!! Também adoooro livros que me emocionam da primeira até a última página!!!

    meudiariojk.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Ju!

    Só li resenhas positivas até agora sobre o livro, Li uma história já faz algum tempo com um garoto com essa síndrome e também achei muito emocionante. Gostei muito da premissa desse livro e pela sua pude perceber o quanto ele te envolveu. A capa está linda e já o tenho na minha lista.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Ju. Essa história me fez lembrar do livro " Querido John" do Nicholas Sparks, que também fala sobre esta síndrome.
    O livro parece ser realmente bem emocionante.

    ResponderExcluir
  5. Oi Jú, gosto muito do tema, pois envolve toda uma questão psicológica para a compreensão do comportamento da pessoa que tem a síndrome. A sua resenha está uma jóia e fiquei muito motivada a ler este livro, mesmo sabendo que mexerá muito comigo, sou o tipo de leitura que vive as dores das personagens, mas o aprendizado é maior, então bora ler Passarinha.
    bjs
    Tânia Bueno
    http://facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Quando eu vi esse livro a primeira vez não me interessei muito, mas isso muda a cada resenha que leio sobre ele. Todas as pessoas se encantam!
    Eu não conheço muito sobre a doença, na verdade acho que li um pouco em um livro uma vez mas só. Será interessante conhecer nossa pequena protagonista =)
    Obrigado pela resenha, adorei ♥

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  7. Meu deus, esse parece ser um daqueles livros que você se emociona desde o começo!
    Adorei a promissa dele, e sua resenha me incentivou mais ainda a lê-lo!
    Ótima resenha :) E o vídeo é muito bom também, apesar dos erros, rs.
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Ju!! Tudo bem?
    Cada vez que leio resenha desse livro eu fico com mais vontade ainda de lê-lo.
    Não li nada da autora ainda mas espero que a leitura flua bem. Adoro livros rodeados de sentimentos em que fechamos o livro e mesmo assim algo de bom é deixado na gente. Espero poder conferir em breve!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Ju
    Essa é a segunda resenha que leio de Passarinha e mais uma vez fiquei muito ansiosa para ler esse livro.
    Parece ser uma história emocionante, parabéns pela resenha.
    Beijos

    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  10. Eu quase comprei esse livro na bienal, mas como não tinha lido nenhuma resenha não sabia muito o que esperar da leitura.
    Adoro livros que despertam nossa emoção e personagens que conseguimos criar uma empatia.....me arrependi de não ter comprado agora.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha. Tinha visto essa capa algumas vezes, mas nunca tinha lido a resenha. Mas fui conquistada, estou cada vez mais atras desse estilo, em que um romance conta mais sobre situações complicadas, sabe? Adorei, vou ficar esperta nas promoções! Menos hj, q nenhum site está no ar! Hahaha! PS: realmente, falta de tato com a sinopse... -.-

    ResponderExcluir
  12. Oi Ju
    Eu AMEI esse livro! Foi uma história tão intensa e ao mesmo tempo tão delicada e tocante. Um dos melhores livros que li esse ano. Fiz uma resenha dele também, caso se interesse:
    http://www.theserialreader.com/2013/09/resenha-passarinha-kathryn-erskine.html

    ResponderExcluir
  13. Olá flor...
    Adorei a resenha e o tema abordado do livro, acredito que ele se aprofunde mais no assunto, para que possamos aprender mais como é o mundo deles... Como o ser humano tem medo do desconhecido muitas vezes é mais fácil julgar ou nem chegar perto. Enfim, acredito que esse livro deve ser lindo mesmo como senti com a leitura da resenha. Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Esse livro parece ser lindo e emocionante, quando terminar de ler alguns dos meus livros aqui em casa, espero lê-lo, gosto de livros que tenham como protagonista pessoas que se superam.

    ResponderExcluir
  15. Este livro foi paixão à primeira vista. A capa é demais, casa perfeitamente com a sinopse. O assunto tb é muito interessante, deve ser incrível poder entrar um pouco nesse mundo... E que máximo vc comentar do trabalho gráfico, amei! Fiquei ainda mais interessada em ler.

    ResponderExcluir
  16. Deve ser uma história realmente emocionante, fiquei com vontade de ler apesar de ter características de drama, acho que é mais um sick-lit triunfante, afinal termina tudo bem como você disse.
    Linda resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Nunca imaginei que o livro tratasse de um tema tão delicado. E há uma mescla de temas fortes... sei lá, mas acho que não sobreviveria a esse livro... ao término, estaria desidratada!

    ResponderExcluir
  18. Passarinha está na minha lista desde sua resenha de novembro.
    Bem legal a ação proposta pela editora, realmente vi outros blogs falando do livro também!
    bjos

    ResponderExcluir
  19. Oii!
    Achei muito bacana dos blogs se conscientizarem para essa causa, estou acompanhando muitas postagens e aprendendo muito sobre o Autismo. Ainda não tinha lido sua resenha deste livro e gostei muito de você ter repostado-a.. Esse livro parece ser muito bom, nunca li nada assim e fiquei muito interessada, parece ser mesmo uma leitura emocionante! Curti muito o vídeo também! :)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo seu comentário. =)

Os comentários são moderados, mas sua opinião logo será publicada!

Sejam sempre muito bem-vindos!

 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo