terça-feira, 25 de junho de 2013

[Resenha Premiada] Garota, Interrompida

Postado por Ju às 11:00
Título: Garota, Interrompida
Autora: Susanna Kaysen
Tradução: Márcia Serra

Sinopse: Quando a realidade torna-se brutal demais para uma garota de 18 anos, ela é hospitalizada. O ano é 1967 e a realidade é brutal para muitas pessoas. Mesmo assim poucas são consideradas loucas e trancadas por se recusarem a seguir padrões e encarar a realidade. Susanna Kaysen era uma delas. Sua lucidez e percepção do mundo à sua volta era algo que seus pais, amigos e professores não entendiam. E sua vida transformou-se ao colocar os pés pela primeira vez no hospital psiquiátrico McLean, onde, nos dois anos seguintes, Susanna precisou encontrar um novo foco, uma nova interpretação de mundo, um contato com ela mesma. Corpo e mente, em processo de busca, trancada com outras garotas de sua idade. Garotas marcadas pela sociedade, excluídas, consideradas insanas, doentes e descartadas logo no início da vida adulta. Polly, Georgina, Daisy e Lisa. Estão todas ali. O que é a sanidade? Garotas interrompidas. Um relato pessoal, intenso e brutal que nos faz refletir sobre nosso papel na sociedade, Garota, Interrompida é uma leitura obrigatória, que inspirou o filme homônimo sucesso de bilheteria que concedeu a Angelina Jolie seu papel mais importante e o Oscar de melhor atriz coadjuvante.

Vou começar falando da capa, porque não posso correr o risco de me esquecer desse detalhe. Gente, ela é muito mais rosa do que aparece aí em cima! rs... Mas o mais legal é que tem coisas bem interessantes escritas nela, em toda a parte rosa. Ficou linda. E, aliás, todo o trabalho gráfico do livro ficou bem caprichado.

Susanna é uma adolescente que não se encaixa nos padrões (e existem mesmo padrões para adolescentes?). Uma garota inteligente e sensível, mas que não acha que essas características devam ser utilizadas necessariamente para o que esperam dela. Por exemplo, ao invés de fazer os trabalhos de inglês sobre os temas pré-definidos, escreve poemas. Não pretende ir para a faculdade, prefere trabalhar. 

Mas existem coisas que a tornam um pouco mais diferente: ela tem a mania de "cortar levemente" os pulsos. E não faz isso para aparecer, faz de forma que não seja notado, ou perderia a graça para ela. Coisas como esse hábito acabam fazendo com que seja internada no McLean. Internação, aliás, voluntária, mas aceita muito mais por medo que por vontade.

Não estava convencida da minha loucura, embora temesse estar louca. Há quem diga que ter uma opinião consciente sobre o problema é um indício de sanidade, mas não sei ao certo se é assim.

Eu esperava ler algo diferente. Achei que leria uma história que fosse me deixar completamente sem fôlego, uma história linear, contando sobre a permanência da Susanna no hospital psiquiátrico. Não foi o que aconteceu. Na verdade, o livro é composto por várias histórias curtas, fora de ordem. O que, no fim, ficou muito mais adequado à situação que ele retrata. Porque uma garota internada que nem consegue descobrir se acredita ou não na sua loucura não pode ter um pensamento completamente ordenado, não é?

Todas as pacientes que conhecemos são adolescentes. Garotas que dão como que uma pausa em sua "vida real" e acabam se descobrindo em uma espécie de mundo paralelo. É impressionante acompanhar os sentimentos delas, em algumas das histórias contadas elas parecem realmente loucas, em outras mostram-se muito mais espertas e conscientes do que acontece à sua volta do que as pessoas ditas normais. 

Em um estranho sentido, éramos livres. Tínhamos chegado ao fim da linha. Não tínhamos mais nada a perder. Nossa privacidade, nossa liberdade, nossa dignidade: tudo isso tinha acabado.

Vemos que algumas, na verdade, pioraram ao ser confinadas naquele ambiente. Só o fato de estarem lá, faz com que duvidem cada vez mais de sua sanidade e se rendam à loucura. Felizmente, para algumas, existe o "final feliz", e elas conseguem ter alta para recomeçar suas vidas.

- Será que você não percebe a diferença? (...) Se ele precisa ser amordaçado, é porque eles têm medo de que as pessoas acreditem no que ele diz.
Olhamos para ele, ali na tela de TV, um homem pequenino, escuro e acorrentado, mas que tinha algo que sempre nos faltaria: credibilidade.

Garota, Interrompida foi baseado na experiência real da autora, que passou mesmo dois anos de sua vida em um hospital psiquiátrico. O que mais me chocou foram as fichas de acompanhamento de paciente que aparecem em ilustrações no livro, desde a ficha da internação até a ficha de alta. Essa última é particularmente assustadora, com campos como "sobrevivência por ocasião da alta". Muito, muito triste ver algo assim.

As pessoas me perguntam: como você foi parar lá? O que querem saber, na verdade, é se existe alguma possibilidade de também acabarem lá. Não sei responder à verdadeira pergunta. Só posso dizer: é fácil.



E agora uma surpresa para quem quer conhecer de perto essa história: a Única Editora liberou o sorteio de um exemplar para vocês!! 



As regras estão todas no formulário. Boa sorte a todos!!! =)

a Rafflecopter giveaway

51 comentários:

  1. Nossa Ju esse livro deve ser bom. Fiquei curiosa para lê-lo, acredito que seja uma reflexão e tanto e baseado em fatos reais??? Eu amo isso. Nunca li nada da Suzanna Kaysen, mas quero ler ainda. E obaaa já estou participando!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu não esperava de maneira nenhuma que o livro fosse relatos da própria autora. Eu realmente quero ler, para saber como ela conseguiu sair de lá. Adorei a resenha XD

    ResponderExcluir
  3. Oi,

    ótima resenha! Já vi o filme desse livro e agora sou louca para lê-lo, ainda mais depois da sua resenha! Participando da sua promo, claro!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Já vi o filme baseado no livro, então fiquei bem curiosa sobre ele. Após ler a sua resenha fiquei mais ainda. Imagino que deva ser um livro profundo, interessante e de certa forma assustador. Deve ser bem intenso, principalmente por ter um fundo de realidade.
    Farei questão de ler e participar da promoção.

    ResponderExcluir
  5. Oiii vi a promo pelo face e adorei... vi o filme e é ótimo, então, o livro deve ser melhor ainda... hehehehee beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Ju !!!!

    Acho esse livro super fofo , e quero muito ele , vou participar da promo , ótima sua resenha viu . Cada dia me impressiono mais com seu blog ...

    ResponderExcluir
  7. Oi Ju!
    Assisti o filme e nem sabia que tinha o livro.
    Um livro baseado na experiência real da autora e com uma trama intensa, deve ser uma narrativa triste e angustiante que faz a gente refletir o tempo todo sobre esses personagens.
    Fiquei curiosa com a capa *-*
    Excelente sua resenha.
    bjss

    ResponderExcluir
  8. Eu vi o filme já faz um tempão mas me lembro que era bem impactante a forma como eram mostrados os problemas as moças retratadas na história, acredito que o livro seja ainda mais contundente. Não sabia que se tratava de uma história real e quero muito ler.

    ResponderExcluir
  9. Nem sabia que o filme tinha livro! Adoro o filme e fiquei curiosissíma pra ler esse livro! Amei a resenha, me deixou bem interessada no livro... E achei a capa uma fofura, não vejo a hora de ter esse livro na minha estante *-*

    ResponderExcluir
  10. Caramba, não sabia que era baseado na vida da autora, esta foi pesada. Quero ler também.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. "Garota Interrompida" e "As Virgens Suicidas" foram dois filmes que marcaram minha adolescência. Na época, eu nem imaginava que havia livros dos dois. Quero muito conhecer os detalhes dessa história!
    Ah... e a capa é bonita. Simples, mas de bom gosto.
    bjo

    ResponderExcluir
  12. Quando o vi na lista de divulgação aqui no blog achei que era muito legal, mas em nenhum momento imaginei que seria essa a história. Me interessei bastante e estou me segurando para não baixar o filme agora. Poxa e saber que foi inspirado num fato real vivido pela a autora é de tirar o fôlego. Que eu tenha sorte de ganhar essa promo, pfvr (yn rs

    ótima resenha. Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Já tinha ouvido falar nesse livro, mas ainda nao tinha lido resenha...simplesmente adorei. Espero ter oportunidade de ler em breve.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  14. Sinceramente, não me chamou a atenção a história deste livro. Deve ser muito pesada.

    ResponderExcluir
  15. JU!
    Gosto muito de livros baseados em fatos reais porque fica mais perto da nossa realidade.
    A resenha bem feita me deixou bem curiosa para saber sobre o que realmente aconteceu em uma época onde não tinha tanta tecnologia como hoje.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  16. A história me chamou bastante atenção, estou ansiosa pra ler! Adorei a resenha !!!

    ResponderExcluir
  17. Estou bem curiosa com a história e não imaginava que era a história real da autora! Esse fato, com certeza, deve trazer mais indignação ainda quando estiver lendo...
    Adoro drama e livros que mexem com o psicológico... a capa é muito bonita e fiquei bem interessada em ler! :)

    ResponderExcluir
  18. Olá Ju! Recebi seu recado no Skoob e vim aqui conferir. Não conhecia seu blog, adorei e já virei seguidora! Vou te adicionar no skoob também, ok? :)
    Sobre o livro, quero mesmo ler. Achei bem interessante ser um "recorte" de histórias, ficou condizente com o tema. E gosto muito do filme, também não sabia que existia o livro!
    Por fim, também gosto da capa. Simples e direta.
    bjos!

    ResponderExcluir
  19. Ótima resenha! Estou louca pra ler esse livro há meses, vi na Submarino mas tava meio caro. :/
    Adoro drama e livros bem realistas. E esse parece corresponder ao meu gosto, afinal, é a história real da autora. Mais do que interessante, haha. Não sabia que existia o filme! Deve ser porque eu leio mais do que assisto.
    A propósito, seu blog é excelente, vou seguir.
    Beijo!

    http://estado-violencia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Não gosto de leitura assim, tipo sem contexto, uma história atravessando na outra, mas sem qualquer relação .
    Ou melhor acaba tendo uma relação pois todos estçao no mesmo "barco" .
    Mas só lendo mesmo para entender .

    ResponderExcluir
  21. Tudo q tem psicologia ou psiquiatria me atrai junte isso com adolescentes e estou louca pelo livro!!!
    Gostei muito da resenha e espero ler essas pequenas história, estou bem curiosa pra ver a ficha!

    ResponderExcluir
  22. Que bom que não vi o filme e nem sabia nada sobre essa história! Poderei ler o livro sem expectativas nem comparações!
    Adoro histórias assim! E seu comentário foi perfeito sobre o pensamento de uma (suposta) paciente psiquiátrica realmente jamais seria linear, ordenado, organizado...
    Antigamente os tratamentos psiquiátricos não preconizavam uma reabilitação à sociedade, com a inclusão de uma pessoa com transtornos, mas possível de conviver, como é hoje (graças a Deus!). Como sofriam, como eram torturados física e psicologicamente!
    Quero mesmo ler esse livro!

    ResponderExcluir
  23. SEmpre tive curiosidade de ler esse livro, gosto de historias que tratem de dramas psicologicos, seja ficção ou não. Depois que assisti ao filme então fiquei ainda mais ansiosa. Está na lista de compras urgentes.Preciso ler. Bjksss

    Meyre Christina

    nangy@ig.com.br

    ResponderExcluir
  24. Esse livro já se encontrava na lista dos meus desejados, entretanto agora fiquei mais instigada ainda a lê-lo. A história me pareceu bem interessante pois fala sobre um assunto que bem conheço, mas que não vem ao caso dissertar sobre ele. A coerção sofrida pela personagem ainda é uma realidade, entretanto tratada de forma diferente atualmente. Estou bem interessada em ler o livro, ainda mais após ler a sua resenha! Ótima resenha (:

    ResponderExcluir
  25. Não tenho conta no Pinterest, é obrigatório seguir lá também?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lorena! As regras obrigatórias são curtir a página do blog e da editora no face. Todas as outras são opcionais! =)

      Excluir
  26. Já estou participando e estou louca pra ler esse livro, adoro esses dramas!

    ResponderExcluir
  27. Gostei da resenha, vou dar uma chance!

    ResponderExcluir
  28. Este é um problemas muito constante hoje em dia(meninas que se cortam) so não é falado, não sabia que a autora se inspirou em sua propria historia para escrever, eu me interesso pela leitura, vou adicionar a minha lista, beijos.

    ResponderExcluir
  29. Interessante, esse livro foi baseado no filme ou eles não tem nada a ver? Bom, que seja, mas pela sua resenha ficou bem claro que parece ser um livro um pouco confuso, mas achei bem interessante mesmo. Com o nome do título eu imaginei que fosse outro tipo de história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, Paula, o filme que se baseou no livro. :)

      Excluir
  30. Assisti ao filme e gostei bastante, mas ainda nao li o livro, fiquei bem interessada. Pena que cheguei tarde para o sorteio rs

    http://organizando-o-caos.blogspot.ca/2013/06/desafio-literario-dom-casmurro.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim chegou tarde para o sorteio, Ana? rs... Ainda falta quase um mês para terminar!! =)

      Excluir
  31. Eu nem sabia que essa história é um livro. Já vi inumeras vezes o filme e AMO.
    Sempre choro muito com ele.
    Impressionante como tantas pessoas, principalmente mulheres, foram parar em hospitais psiquiátricos antigamente.
    Bjks.

    ResponderExcluir
  32. Ja vi o filme e espero ler o livro!

    ResponderExcluir
  33. Eu já tinha lido uma outra resenha sobre o livro e eu já tinha gostado. Sou louca para ler o livro e tentar entender o porquê dessa "mania" de cortar os pulsos.

    Tomara que eu ganhe a promo.

    ;)

    http://pseudonimoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Já ouvi falar do filme, não ainda não assisti , adorei a resenha e como o livro é sempre melhor, quero ler primeiro.

    ResponderExcluir
  35. Já li muitas resenhas desse livros e cada vez dá mais vontade de ler, adoro livros com essa temática. Tá em primeiro lugar da minha lista de "preciso comprar"

    ResponderExcluir
  36. Ah quero ler isso de pertinho. Como assim? ela posta a ficha de internação? A ansiosa aqui.
    Não sabia que tinha filme :(

    ResponderExcluir
  37. Achei muito interessante sua resenha, pela capa achei que o livro era bobo.... e agora meu pensamento mudou totalmente. Não vi o filme e agora estou muito curiosa com o livro e o filme. bjos

    ResponderExcluir
  38. Já assisti o filme e não conhecia o livro, quero muito ler!!

    ResponderExcluir
  39. Quero muito ler esse livro. Além de ser lindo nessa cor de rosa brilhante, adorei a narrativa da garota. Não imaginava que era tão boa :O! Preciso ler esse livro. Adorei a historia demais!

    ResponderExcluir
  40. Juuuu!! Eu tô louca nesse livro!! Sem brincadeira haha amei a história e capa é muuito linda! Também vou assistir o filme, fiquei sabendo a pouco tempo sobre o filme! Claro que não perderia essa promoção...

    ResponderExcluir
  41. Nossa esse livro deve ser muito foda... acho que iria ter parte que eu iria pensar que estou louca. Esse negocio que você escreveu "...o livro é composto por várias histórias curtas, fora de ordem. O que, no fim, ficou muito mais adequado à situação que ele retrata. Porque uma garota internada que nem consegue descobrir se acredita ou não na sua loucura não pode ter um pensamento completamente ordenado, não é?" fiquei pensando se isso seria uma daquelas coisas que faz a gente ficar com vontade de abandonar o livro?! hmmm ... qro ler pra ver como é, achei interessante.

    ResponderExcluir
  42. Você ler o livro é totalmente diferente da visão que, você tem quando assiste o filme.
    Adorei a resenha, foi bom para lembrar da história.

    ResponderExcluir
  43. Uau que promoção ótima! Quero muito ler esse livro, já vi o filme mas acho que nunca tinha lido uma resenha sobre o livro...
    Não sabia que era baseada na experiência real da autora, muito interessante... Gostei de você ter avisado que não é uma leitura tão linear ehuehuhehe, e achei até interessante mesmo a ideia.

    ResponderExcluir
  44. Já assisti ao filme e agora fiquei bem interessada em ler o livro. Parece ser bem profundo, pois aborda um tema delicado. Até agora não tinha lido nenhuma resenha sobre ele. Gostei bastante da sua; muito coerente.

    ResponderExcluir
  45. Gostei da resenha! É só curtir as páginas pra participar ? :)

    ResponderExcluir
  46. Eu não sabia que esse livro era história real da autora, me interessou mais, gosto de livros assim que mexe com nosso psicológico abortando um tema super delicado.

    ResponderExcluir
  47. Fiquei muito feliz por ter sido sorteada Ju, uhuuu!!
    Já te mandei meus dados, ok?
    um beijo!

    ResponderExcluir
  48. Estou bem curiosa para ler este livro
    está é a primeira resenha que vejo dele, e não sabia muito bem o que esperar
    mas achei interessante como a autora parece abordar todos os acontecimentos...
    não sabia que havia um filme dele. Bjuss

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo seu comentário. =)

Os comentários são moderados, mas sua opinião logo será publicada!

Sejam sempre muito bem-vindos!

 

Entre Palcos e Livros Copyright © 2014 Design by Rebecca Barboza RêVivendo